II Prémio de Reconhecimento UPA (2015)

II Prémio de Reconhecimento UPA (2015)

Dando continuidade à atribuição do Prémio de Reconhecimento UPA, iniciada em 2014, com o objetivo de distinguir personalidades e/ ou instituições que desempenhem um papel importante no combate ao estigma e discriminação da doença mental, a segunda atribuição deste prémio, distinguiu o Instituto das Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus e os Irmãos de São João de Deus, instituições com uma obra centenária de apoio a pessoas com problemas de saúde mental e responsáveis por mais de 50% das camas de psiquiatria em Portugal; o Lord Dennis Stevenson, presidente fundador da “MQ: Transforming Mental Health” que há mais de 20 anos se envolveu nas questões da saúde mental após lhe ter sido diagnosticada uma depressão endógena e, ainda, a família Romão de Sousa, responsável pela única Fundação particular Portuguesa ligada à saúde mental [Fundação Romão de Sousa], criada com a missão de “ajudar pessoas que sofrem de perturbações mentais graves, e em particular de esquizofrenias, a melhorar a sua qualidade de vida, autonomia e integração social”.

A cerimónia decorreu durante o jantar de angariação de fundos realizado na Casa Ferreirinha, o qual contou com a participação de 270 pessoas.