Promoção da Saúde Mental nas Empresas

PROMOÇÃO DA SAÚDE MENTAL NAS EMPRESAS

A promoção da saúde mental e do bem-estar no contexto de trabalho tem sido progressivamente apontada como incontornável num contexto de mercado globalizado e competitivo e no qual apenas as forças de trabalho saudáveis, qualificadas e motivadas podem vingar (WHO, 2010). Com efeito, vários dados demonstram que as empresas que promovem e salvaguardam a saúde mental e o bem-estar dos trabalhadores encontram-se entre as mais sustentáveis e competitivas (WHO, 2010). Torna-se fundamental atender adequadamente às questões relacionadas com a doença mental dos trabalhadores no sentido de desenvolver estratégias individuais e coletivas que garantam o bem-estar dos trabalhadores e o bom funcionamento das organizações.

PORQUÊ FALAR DE SAÚDE MENTAL NO LOCAL DE TRABALHO?

    • 1 em cada 6 trabalhadores apresenta um diagnóstico psiquiátrico em cada ano de trabalho;
    • Os problemas de saúde mental têm impacto nos locais de trabalho, causando absentismos, perda de produtividade, stress elevado, mau ambiente e descriminação;
    • O tabu que ainda envolve as doenças mentais leva a que os trabalhadores que passam por uma experiência desta natureza sintam necessidade de esconder, por vergonha e medo de serem considerados menos capazes e, consequentemente, discriminados;
    • É preciso quebrar o silêncio para que os locais de trabalho fomentem uma cultura de aceitação, dignidade, respeito e inclusão, onde a doença mental não precisa de ser escondida.

O QUE SE PASSA NO MUNDO

25% da população passa pela experiência de uma doença mental

Nos 27 países da UE, o custo anual da depressão associada ao trabalho é de €620 biliões

Ler Mais

ESTIGMA E DISCRIMINAÇÃO DA DOENÇA MENTAL são um obstáculo à procura de ajuda e ao acesso a cuidados de saúde mental.

Rethink Mental Ilness realizou um estudo que revela dados alarmantes sobre as dificuldades que pessoas com um problema de saúde mental encontram no regresso ao trabalho.

O CEO do banco britânico Lloyds, António Horta-Osório, assina um artigo de opinião do “The Guardian” onde defende a importância de quebrar o tabu dos problemas de saúde mental em ambientes laborais de alto stress

Ler Mais

Lord Dennis Stevenson tem desenvolvido trabalho no sentido da sensibilização para a saúde mental no local de trabalho (ver aqui), tendo já participado como orador no Fórum Português de Saúde Mental nas Empresas com a comunicação “Mental illness in the workplace: a reality business leaders have to face”

Ler Mais

A Deloitte concentra-se em proporcionar condições de segurança, saúde e bem-estar aos seus colaboradores. A abordagem envolve a promoção da saúde mental, a melhoria da resiliência dos trabalhadores, a prevenção de fatores de trabalho que conduzem a stress e o apoio através do aumento da literacia em saúde mental para deteção precoce de problemas.

Ler Mais

Príncipe Williams lançou uma plataforma de apoio à saúde mental para trabalhadores. Perante evidência estatística, o Príncipe considera que o contexto de trabalho “tanto se pode constituir como uma fonte de realização como uma fonte de stress com impacto negativo na saúde mental”.

Ler Mais

Neste sentido, a ENCONTRAR+SE tem contribuído para a:

    • Sensibilização e promoção de diálogo sobre saúde mental;
    • Avaliação de riscos psicossociais e rastreio de problemas de saúde mental dos trabalhadores;
    • Formação dos colaboradores para questões de promoção da saúde mental e estratégias de Intervenção junto de pessoas que apresentem sinais/ sintomas de problemas de saúde mental.