Missão e Objectivos

MISSÃO E OBJECTIVOS

A ENCONTRAR+SE, fundada em 2006,  surgiu da necessidade de criar soluções para as dificuldades encontradas no desenvolvimento, implementação, avaliação e investigação de respostas adequadas às exigências próprias da reabilitação psicossocial de pessoas com doença mental grave, tendo sido inicialmente designada de Associação de Apoio a Pessoas com Perturbação Mental Grave.

No entanto, desde cedo que a ENCONTRAR+SE desenvolveu iniciativas nas áreas da formação, sensibilização, promoção da saúde mental, combate ao estigma e discriminação, advocacy, no sentido de responder à evidente escassez de iniciativas nestes domínios em Portugal. Para melhor enquadrar a abrangência do trabalho realizado, em 2013 foi aprovada a alteração da denominação da ENCONTRAR+SE para Associação para a Promoção da Saúde Mental.

Missão e objetivos

A nossa missão é a de contribuir para a promoção da saúde mental e dar acesso às melhores práticas no tratamento da doença mental. Pretendemos, igualmente, combater o estigma e a discriminação na doença mental presente na nossa sociedade, que impede que se fale abertamente sobre o tema, que se ajude e/ou peça ajuda e que se trate de forma eficaz as doenças mentais.

Num contexto de crescimento exponencial das doenças mentais, e de uma pressão social e profissional também crescentes, é fundamental a identificação precoce dos sintomas de doença mental, a existência de abertura individual para o tratamento e uma aceitação e apoio genuíno e natural da sociedade.

A nossa filosofia está assente num modelo cientifico que tem por base uma perspetiva de intervenção contextualizada, privilegiando o modelo comunitário de ação, e por outro lado de uma perspetiva de “empowerment”, promovendo a participação ativa dos Clientes (pessoas com doença mental e familiares) nos diferentes processos ligados à recuperação e reintegração para maximizar a sua eficácia e devolver à sociedade pessoas ativas, e capazes de nela contribuir.

Os nossos objetivos

  • Contribuir para o acesso atempado a cuidados de saúde mental baseados nas melhores práticas e conhecimento científico mundial
    • Dispomos do conhecimento, e de boas práticas, que permitem que pessoas com problemas de saúde mental possam recuperar e viver de forma ativa e contribuir para a sua comunidade;
  • Contribuir para a implementação de programas de promoção da saúde mental dirigidos a diferentes públicos e contextos
    • Promover a literacia em saúde mental é imperativo no âmbito da educação para a saúde, e deve estar presente nos diferentes sectores da sociedade;
  • Contribuir para o combate ao estigma e à discriminação na doença mental em Portugal
    • Podermos falar em família, com amigos e nos locais de trabalho de forma tão aberta e espontânea como falamos da visita ao dentista ou ao oftalmologista, uma vez que 1 em cada 5 pessoas tem ou vai ter uma doença mental;
  • Promover a saúde mental no local de trabalho, onde passamos grande parte do nosso tempo
    • Criando locais de trabalho saudáveis, tolerantes e inclusivos que apoiem os seus colaboradores e que por isso mesmo beneficiam de mais engagment, produtividade e lealdade
  • Promover a investigação nesta área, para garantia de implementação de estratégias adequadas, considerando a evidência dos benefícios individuais, sociais e económicos que a promoção da saúde mental e prevenção da doença mental acarretam
    • É consensual o enorme retorno do investimento na saúde mental. A título de exemplo, por cada euro investido em programas de apoio o retorno pode situar-se nos 9 – 13,6€.