MOVIMENTO UPA

MOVIMENTO UPA

“A estigmatização dos doentes mentais continua a ser uma realidade. As pessoas doentes ou diminuídas mentais confrontam-se com medos e preconceitos que aumentam o seu sofrimento pessoal e agravam a sua exclusão social” (Livro verde sobre a saúde mental, 2006).

“A estigmatização e a discriminação [ainda] estão entre os maiores obstáculos à intervenção / apoio nas doenças mentais. Em todo o mundo as pessoas não procuram, obtêm ou mantêm tratamento devido ao medo, recursos deficientes ou falta de informação. As pessoas com doença mental tornam-se facilmente vítimas da sua doença, vêm os seus direitos humanos serem violados e são discriminadas. A estigmatização e a discriminação são factores chave que impedem as pessoas de obter os apoios de que precisam” (OMS, 2002).

A ENCONTRAR+SE está activamente envolvida na luta contra o estigma e a discriminação de pessoas afectadas pela doença mental, através do desenvolvimento e implementação da Campanha Anti-estigma / Pró Saúde Mental denominada de Movimento UPA – Unidos Para Ajudar, cujo mote é “Levanta-te contra a discriminação das doenças mentais”.

O Movimento UPA procura de forma responsável e construtiva levar as pessoas a dar o pequeno passo que fará toda a diferença no entendimento e aceitação das doenças mentais. Este “levanta-te contra” é tanto dirigido às pessoas que não aceitam, adiam, negam e vivem em sofrimento por causa de uma doença mental, como para qualquer um de nós que ainda lida mal com esta realidade.

Desde 2007, a ENCONTRAR+SE tem vindo a implementar os seguintes projectos no âmbito deste movimento: